domingo, 15 de fevereiro de 2009

A BOSSA, NO OLHAR DIFERENTE DO COUPLE COFFEE

COUPLE COFFEECOUPLE COFFEE & BAND
Young And Lovely: 50 Anos de Bossa Nova - Live At Musicbox, Lisboa
Transformadores - Portugal


Em 2008 muito se falou e cantou para celebrar os 50 anos da Bossa Nova, aqui e no Exterior. A maioria das leituras e abordagens não fugia do formato usual do gênero. Entre as exceções, o novo trabalho do Couple Coffee, duo formado pela cantora Luanda Cozetti e pelo baixista Norton Daiello, ambos brasileiros radicados em Portugal. Gravado ao vivo em março do ano passado no Musicbox, Lisboa, o CD traz clássicos da Bossa em arranjos extremamente crriativos, que subvertem totalmente a estética natural dos mesmos. Ora flertando com jazz, ora com funk, reggae ou samba rasgado, Luanda, Norton, Sérgio Zurawski (guitarra) e Ruca Rebordão (percussão) cativam pela qualidade e inventividade.

COUPLE COFFEE Ao desconstruir as concepções originais de temas como Se Todos Fossem Iguais a Você, Estrada Branca, Tem Dó, Chega de Saudade, Desafinado, Primavera e Se é Tarde Me Perdoa, o Couple Coffee amplia as possibilidades melódicas e harmônicas da Bossa Nova. Como se não bastasse essa deliciosa ousadia, são músicos excepcionais. Luanda, com suíngue delicioso na voz, divide como poucas intérpretes, num approach jazzístico dos mais empolgantes. O baixo malemolente de Daiello dá molho mais que especial aos temas, o mesmo ocorrendo com a guitarra de Zurawski e a cozinha percussiva de Rebordão. Deliciosa trangressão!

MySpace: www.myspace.com/couplecoffee

2 comentários:

Alan Romero disse...

Esse CD do Couple Coffee foi uma surpresa absoluta. Em meio a trocentos tributos obedientes, eles vieram com uma visão totalmente nova e livre sobre um repertório já tão batido. Para quem pensava que os clássicos da bossa estavam "congelados" no seu formato original, ao ouvir esse disco fica-se com a certeza de que ela ainda dá bom caldo, desde que haja talento e competência. Alguns arranjos são absolutamente geniais, como o de Desafinado. Em outros, exerceram todo o seu bom humor, como em Lobo Bobo e Chega de Saudade. Há momentos suaves (Pra Que Chorar) e outros mais roqueiros (Wave e Água de Beber).
É a bossa nova como nunca se viu antes!

Luanda disse...

Toninho dos Meus Amores!
Agora sim,a minha alegria vai atravessar o mar...
Te amo!
Lulu do Seu Coração!