quarta-feira, 10 de setembro de 2008

SAEM OS INDICADOS AO GRAMMY LATINO

GRAMMY A Laras, Academia Latina de Artes e Ciências da Gravação, divulgou nesta quarta-feira em Los Angeles, durante entrevista coletiva, os indicados de todas as 49 categorias ao Grammy Latino 2008. A premiação acontecerá em 13 de novembro próximo no Toyota Center em Houston, Texas. A festa será transmitida para o Brasil pela Rede Bandeirantes de Televisão. Os prêmios se referem a discos e DVDs lançados entre 1o de julho de 2007 e 30 de junho de 2008.

O grupo mexicano Café Tacuba lidera o ranking com seis indicações, seguido do colombiano Juanes e do argentino Gustavo Santaolalla, do Bajofondo, com cinco. A artista brasileira com maior número de indicações é a cantora gospel Soraya Moraes, com três. O Brasil marca presença também na categoria de Artista Revelação, com a potiguar Roberta Sá e o carioca Diogo Nogueira. E há, também, as categorias específicas para a nossa música. O prêmio especial Personalidade do Ano será entregue à cantora cubana Gloria Estefan, uma das criadoras do Grammy Latino ao lado do marido, o produtor Emilio Estefan. Confira os concorrentes brasileiros:

DIOGO NOGUEIRA Artista Revelação - Roberta Sá, Diogo Nogueira (foto)

Melhor ÁLbum de Cantor/Compositor - Djavan (Matizes), Gilberto Gil (Banda Larga Cordel)

Melhor Álbum Instrumental - Paulo Moura (Pra Cá e Pra Lá)

Melhor Álbum de Jazz Latino - Hamilton de Holanda Quinteto (Brasilianos 2), Grupo Pau Brasil (Nonada)

Melhor Álbum Cristão em Espanhol - Aline Barros (Refrescate!), Soraya Moraes (Tengo Sed De Ti)

Melhor Álbum Cristão em Português - Aline Barros (Aline Barros & Cia 2), Fernanda Brum (Cura-me), Soraya Moraes (Som da Chuva), Toque No Altar (É Impossível Mas Deus Pode), André Valadão (Sobrenatural), Ítalo Villar (Deus Sonha Com Você)

Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro - Arnaldo Antunes (Ao Vivo No Estúdio), Danni Carlos (Música Nova), Vanessa da Mata (Sim), Ney Matogrosso (Inclassificáveis), Rosa Passos (Romance)

Melhor Álbum de Rock Brasileiro - Charlie Brown Jr. (Ritmo, Ritual e Responsa), CPM 22 (Cidade Cinza), Detonautas Roque Clube (O Retorno de Saturno), Nação Zumbi (Fome de Tudo), Pitty ((Des)Concerto Ao Vivo)

Melhor Álbum de Samba/Pagode - Paulinho da Viola (Acústico MTV), Maria Rita (Samba Meu), Arlindo Cruz (Sambista Perfeito), Luiz Melodia (Estação Melodia), Beth Carvalho (Canta o Samba da Bahia Ao Vivo)

ROBERTA SÁ Melhor Álbum de MPB - Maria Bethânia (Dentro do Mar Tem Rio - Ao Vivo), Chico Buarque (Carioca - Ao Vivo), Seu Jorge (América Brasil - O Disco), Maria Bethânia & Omara Portuondo (Maria Bethânia & Omara Portuondo), Roberta Sá (Que Belo Estranho Dia Pra Se Ter Alegria), Caetano Veloso (Multishow Ao Vivo - Cê)

Melhor Álbum de Música Romântica - Bruno & Marrone (Acústico 11 - Vol. 1), Daniel (Difícil Não Falar de Amor), Leonardo (Coração Bandido), César Menotti & Fabiano (.Com Você), Roberta Miranda (Senhora Raíz)

Melhor Álbum de Música Contemporânea Regional ou Raízes Brasileiras - Harmonia do Samba (Esse Som Vai Te Levar - Ao Vivo), Elba Ramalho (Qual o Assunto Que Mais Lhe Interessa?), Trio Curupira (Pés no Brasil, Cabeça no Mundo), Trio Virgulino (26 Anos de Estrada), Victor & Leo (Ao Vivo Em Uberlândia)

Melhor Álbum de Música Tradicional ou Raízes Brasileiras - Pedro Bento & Zé da Estrada (50 Anos de Mariachis & Grandes Sucessos Brasileiros), Renato Borghetti (Fandango!), Cézar & Paulinho (Companheiro é Companheiro), Chitãozinho & Xororó (Grandes Clássicos Sertanejos 1), Siba e a Fuloresta (Toda Vez Que Eu Dou Um Passo o Mundo Sai do Lugar)

SERGIO MENDES Melhor Canção Brasileira - Acode (Vanessa da Mata e Sérgio Mendes, do álbum Encanto, de Sérgio Mendes), Coisas Que Eu Sei (Dudu Falcão, do álbum Música Nova, de Danni Carlos), Delírio dos Mortais (Djavan, do álbum Matizes, de Djavam), Ela Une Todas As Coisas (J. Maranhão e Jorge Vercillo, do álbum Todos Nós Somos Um, de Jorge Vercillo), Som da Chuva (Marco Moraes e Soraya Moraes, do álbum Som da Chuva, de Soraya Moraes)

Melhor Álbum Clássico - Sérgio & Odair Assad (Jardim Abandonado), Silvio Barbato & Turíbio Santos (Violão Sinfônico)

Melhor Composição Clássica Contemporânea - Tahhiyya Li Ossoulina (Sérgio & Odair Assad, do álbum Jardim Abandonado, de Sérgio & Odair Assad)

Melhor Projeto Gráfico de Álbum - Valentina Trajano e Jorge Du Peixe (Fome de Tudo, da Nação Zumbi)

Melhor Engenharia de Gravação - Moogie Canazio & Luiz Tornaghi (Dentro do Mar Tem Rio - Ao Vivo, de Maria Bethânia)

3 comentários:

Felipe Lucchesi disse...

Já vou torcer pelos meus artistas preferidos ! Abração Toninho !!!

Toninho Spessoto/ disse...

Torçamos, meu velho!
Grande abraço, você precisa aparecer lá na TV!
E no chat!

LILA E SKIN disse...

Ola Toninho!!

POSTAMOS NOVAS MUSICAS NO SITE!!!
ESPERAMOS QUE GOSTE!!!

LILA E SKIN www.reverbnation.com/lilaeskin


ABRAÇOS

LILA E SKIN