segunda-feira, 12 de maio de 2008

MENOS É DELICIOSAMENTE MAIS

COUPLE COFFEE
Puro
Performance Music

O duo Couple Coffee - Luanda Cozetti (voz) e Norton Daiello (baixo) -, radicado em Portugal, promove sério trabalho de difusão do melhor da música brasileira. No momento, a dupla lança seu terceiro disco, mas chega ao mercado nacional o primeiro, Puro, de 2005 (o segundo, de 2007, tem canções típicas portuguesas e o novo, de 2008, Bossa Nova).

A voz cristalina e versátil de Luanda e o baixo afiado e ágil de Daiello viajam por clássicos da MPB em arranjos inovadores, por vezes impregnados de atmosfera jazzística e que exploram inusitadas harmonias, resultando em deliciosas subversões melódicas. Dá gosto ouvir as novidades em que se transformaram Gago Apaixonado (Noel Rosa), Chovendo na Roseira (Tom Jobim), Uva de Caminhão (Assis Valente) e Incompatibilidade de Gênios (João Bosco/Aldir Blanc), entre outras.

O CD tem participação especial dos músicos Vitorino (voz em O Orvalho Vem Caindo, de Noel Rosa), Gabriel Gomes (acordeom em Último Desejo, de Noel Rosa e Vadico), J.P. Simões (voz em É Feio, de Marco Proença), Jorge Palma (voz em Tapete Mágico, de Caetano Veloso) e Sérgio Costa (flauta em Asa, de Djavan). Para não tirar do CD player, iPod, enfim, o que for!

MySpace: www.myspace.com/couplecoffee

3 comentários:

Alan disse...

Finalmente os brasileiros vão poder curtir essa trabalho sensacional. O mais curioso é que ele foi gravado no Rio de Janeiro e mixado em Lisboa, onde também ganhou as participações dos artistas lusos. Essa edição da Performance marca "a volta do filho pródigo" (hehehe), depois de fazer sucesso na Europa e um pouco por todo lado.
Desde que o ouvi, nunca mais ficou longe meu player. A primeira coisa que me chamou atenção foram as arranjos fantásticos para o repertório de Noel Rosa, começando com Conversa de Botequim, em dueto de tirar a respiração, uníssono perfeito. Mas tem também clássicos menos visitados, como "Tipo Zero", cuja letra soa atualíssima.
Das músicas mais recentes, amei o que eles fizeram com as três do Tom Jobim. Especialmente Dindi, em que o baixo do Norton soa como um piano, enquanto Luanda simplesmente arrasa. Adoro também a lindíssima "É feio", em medley com "You've Changed", sucesso de Billie Holiday que inspirou Márcio Proença. E, por fim, tem "Cobras e Lagartos", em interpretação fantástica de ambos.
Discaço, sem dúvida. Todo mundo merece ter o seu.

Anônimo disse...

Uau!rs!
Beijos muitos,
Lulu!

TONINHO SPESSOTO disse...

Mestre Romero, Doce Lulu,

É coisa finíssima!!!

Beijos!!