sexta-feira, 6 de março de 2009

PÉROLAS DA FÁBRICA DO SOM

MOTOWN 50MOTOWN 50: YESTERDAY, TODAY, FOREVER
Vários Intérpretes
Motown/Universal


Corria o ano de 1958. Berry Gordy, um esperto divulgador de discos que trabalhava para gravadoras independentes, resolveu abrir sua própria companhia. Vivia em Detroit, Michigan, a cidade que abrigava praticamente todas as indústrias automobilísticas norteamericanas e que era conhecida como Motor Town. Adaptando esse jargão, batizou a gravadora de Motown, acrescentando a ela o nome Tamla, de uma de suas filhas. Deu á sede, situada num amplo e simpático casarão, o pomposo nome de Hitsville U.S.A.

HITSVILLE USA - foto A idéia era lançar novos e promissores artistas negros. Contando com um time de primeira nas áreas de composição e criação de arranjos, e com inegável faro para o sucesso, Gordy trouxe para o cast jovens talentos como Smokey Robinson (que se tornaria seu genro), Stevie Wonder, Martha & The Vandellas, Four Tops, The Supremes, Marvin Gaye, The Temptations, The Jackson 5 (de onde surgiria um certo garoto de nome Michael Jackson). Com o passar do tempo contratou também alguns artistas brancos como Pat Boone, José Feliciano e o grupo Frankie Valli & The Four Seasons.

BERRY GORDY Nos anos 80, Berry Gordy não resistiu às investidas da então PolyGram, hoje Universal, e vendeu a gravadora, embora continuasse à testa das operações atuando principalmente como consultor. A Motown não foi mais a mesma, a música não era mais a mesma. A revolução no som negro engendrada pelo empresário já havia entrado para a história. No ano passado a Motown completou 50 anos. Para comemorar o aniversário a Universal lança a coletânea tripla Motown 50: Yesterday, Today, Forever, que mapeia parte da história da companhia através de 50 gravações dos anos 60 e 70 selecionadas pelo público americano via internet.

HITSVILLE USA Como em toda escolha desse tipo, o resultado deixa a desejar. De todo modo é sempre bom ouvir artistas maravilhosos como Jackson 5 (ABC, I Want You Back), Marvin Gaye (What's Going On, Mercy Mercy Me (The Ecology), Let's Get It On, I Heard It Through The Grapevine), Smokey Robinson & The Miracles (The Tracks Of My Tears, The Tears Of a Clown), Four Tops (Reach Out (I'll Be There)), Temptations (My Girl, Papa Was a Rolling Stone) e tantos outros. O acervo monumental da Motown rende muitas outras coletâneas. A propósito, está saindo no mercado norteamericano a belíssima caixa The Complete Motown #1s Box, com duzentas canções espalhadas por dez CDs, que vêm acondicionados numa belíssima embalagem no formato da sede da gravadora (foto ao lado).

Um comentário:

The Logistician disse...

Nice work. I came across your blog while “blog surfing” using the Next Blog button on the blue Nav Bar located at the top of my blogger.com site. I frequently just travel around looking for other blogs which exist on the Internet, and the various, creative ways in which people express themselves. Thanks for sharing.