quinta-feira, 7 de agosto de 2008

CLÁSSICO (FELIZMENTE) RESGATADO

EDU LOBO
A Música de Edu Lobo por Edu Lobo
Dubas Música

A Música de Edu Lobo por Edu Lobo, lançado originalmente pela Elenco em 1965, é um disco importante sob vários aspectos. Marcou a estréia fonográfica de Edu Lobo, uniu seu talento ao extraordinário Tamba Trio, incorporou elementos afro até então pouco explorados na música brasileira e fez com que a gravadora Elenco ampliasse suas fronteiras, não se tornando apenas um gueto da Bossa Nova. Os arranjos de Luiz Eça (1936-1992), pianista do Tamba (o trio era formado por ele, Bebeto Castilho na flauta e contrabaixo, e Ohana na bateria) deram ainda mais força à desde então inovadora música de Edu.

O sincretismo temático africano-brasileiro se faz presente em Canção da Terra (Edu Lobo/Ruy Guerra), Zambi (Edu/Vinícius de Moraes), Reza (Edu/Ruy Guerra). O amor ao mar é cantado de uma forma diferente do que fazia Dorival Caymmi, em Arrastão (Edu/Vinícius de Moraes), vencedora do 1o Festival de MPB, promovido pela TV Excelsior naquele 1965 (e interpretada na competição por Elis Regina) e Aleluia (Edu/Ruy Guerra). Há canções que falam do inconformismo com a situação política do Brasil á época (vivia-se o segundo ano de ditadura militar) e, ao mesmo tempo, de esperança e anseios de liberdade, casos de Borandá (Edu Lobo), Resolução (Edu/Lula Freire), Chegança (Edu/Oduvaldo Viana Filho), Canção do Amanhecer (Edu/Vinícius de Moraes). Um dos melhores discos da história da música brasileira, que volta às lojas em caprichada edição remasterizada. Indispensável.

Site oficial: www.edulobo.com

2 comentários:

Ricardo disse...

Olá! Existe algum email pelo qual possamos contatá-lo?

Att

Toninho disse...

Sim, toninhospessoto@gmail.com