terça-feira, 16 de outubro de 2007

MANUAL PRÁTICO DO SAMBA DE VERDADE, POR PAULINHO DA VIOLA


PAULINHO DA VIOLA
Acústico MTV
Sony BMG/Day 1 Entertainment



Paulinho da Viola é o maior e mais digno representante da realeza do samba. Não dá para dizer, em sã consciência, que um determinado disco soe melhor que outro. A obra do compositor é linear. Magicamente linear. Nivelada nos patamares mais altos. Ou seja, tudo o que fez até hoje é excepcional. E este Acústico MTV, gravado em São Paulo, não é exceção. Quando decidiu fazer um programa nesse formato para a emissora que um dia já foi musical, muita gente estranhou. 'Ué, mas o Paulinho não foi sempre acústico?' era a pergunta recorrente. Sim, sempre foi, mas aqui seus sambas são acrescidos de um naipe de cordas que os aproximam ainda mais de Deus.


Com a classe, elegância e tranquilidade de sempre, Mestre Paulinho desfila clássico após clássico. Senão, vejamos: Timoneiro, Coração Leviano, Onde a Dor Não Tem Razão, Para Um Amor no Recife, Coração Imprudente, Dança da Solidão, Pecado Capital, Sinal Fechado, Tudo Se Transformou, Argumento, Foi Um Rio Que Passou Em Minha Vida, Jurar Com Légrimas, 14 Anos, Coisas do Mundo, Minha Nêga, Eu Canto Samba e Nervos de Aço (que é de Lupicínio Rodrigues, mas se tornou também de Paulinho, dada a forma como ele o tratou). O músico, com sua voz doce e mansa, se acompanha ora ao violão, ora ao cavaquinho. E é escudado por um time de feras comandado pelo pianista e arranjador Cristóvão Bastos e que traz, como curiosidade, a presença de Cristina Buarque (sim, a irmã de Chico) entre as backing vocals. Elegância, beleza e majestosidade. Ou seja, um DVD e CD de Paulinho da Viola. Sublime!

Site oficial: www.paulinhodaviola.com.br

Duração total: 112 minutos
Extras: making of com depoimentos de, entre outros, Toquinho, Eduardo Gudin e Arnaldo Antunes
Legendas: português, inglês, espanhol
Áudio: DTS, Dolby Digital 5.1, Dolby Digital 2.0
Região 0 (roda em qualquer aparelho)

2 comentários:

Dodge disse...

Esse é o eterno e sempre elegante príncipe do Samba. Da melhor tradição do nosso Samba (sempre com letra maiúscula)
Falou tudo nessa frase: "Paulinho da Viola é o maior e mais digno representante da realeza do samba

E isso mesmo!! Realeza, joia, divindade, gênio...esse é patrimônio de bom gosto!

Yerblues disse...

Paulinho é brincadeira... esse Bamba, fosse o "Brasil" mais atento, deveria ter o mesmo status, no mínimo, de Tom, Vinícius e Chico. Quem sabe um dia descubram que na obra de Paulinho pode-se vislumbrar uma síntese possível de tudo que forjou a música brasileira atual, e que ainda permanece válida como exemplo de qualidade e integridade artítica, mesmo se valendo um veículo diluído como o MTV acústico. Poucos artistas são tão invulneráveis e inquestionáveis como Paulinho, e merecidamente. "Quem quiser gostar de mim, eu sou assim..." seja sempre "assim", Paulinho.