domingo, 6 de julho de 2008

MESTRE DAS CORDAS

THEO DE BARROS
À Luz de Velas
Paulinas Comep

O compositor, violonista e arranjador carioca Theo de Barros é co-autor de Disparada, parceria com Geraldo Vandré, que seria suficiente para inscrevê-lo na galeria dos Mestres da Música Brasileira. Mas Theo fez e faz muito mais. À Luz de Velas é seu quarto disco solo (ele foi integrante também do lendário Quarteto Novo, ao lado de Heraldo do Monte, Hermeto Paschoal e Airto Moreira, e que gravou apenas um disco, felizmente reeditado pela EMI).

O músico interpreta temas de autoria própria e outros criados pelo filho, o talentoso Ricardo Barros (que co-produziu e co-arranjou o CD com Theo). São valsas, xotes, temas de origem africana, sambas-canção, choros e aboios de impactante beleza e riqueza harmônica e melódica. O músico reveza-se entre violão, viola e guitarra, em algumas faixas tocando mais de um instrumento, o que dá cor e multiplicidade sonora. Entre elas, Risca-Faca, Angola, Zagaia, Sonho Menino, Choro de Domingo, À Luz de Velas e Outro Mar, as duas últimas de Ricardo Barros. Theo de Barros é referência, um dos maiores violonistas brasileiros de todos os tempos. Belíssimo disco!

Um comentário:

Naira Marcatto disse...

A fina flor da nossa música sempre presente por aqui, Toninho!
Este disco é um abuso, lindíssimo.
Um beijão, querido.
E obrigada por deixar a chama dessa vela sempre acesa assim.