sábado, 1 de setembro de 2007

VOZ DO SAMBA, VOZ DO ROMANCE


ALCIONE
De Tudo Que Eu Gosto
Indie Records



Alcione continua sendo uma de nossas melhores cantoras. A cada novo disco mostra a qualidade da voz e traz pelo menos uma canção que se torna enorme sucesso popular. Em De Tudo Que Eu Gosto, produzido por Jorge Cardoso, a bala é o samba romântico Perdeu, Perdeu (Chico Roque/Sérgio Caetano), com refrão marcante que gruda fácil no ouvido. Mas há outras credenciadas para acontecer, casos do sambão Maria da Penha (Paulinho Rezende/Evandro Lima), que fala da violência contra a mulher, Eu Te Procuro (Dhemma/Silvião/Francisco do Pagode) e Quando o Amor Bateu na Porta (do inspirado Altay Veloso).

O CD tem belas participações especiais de Gilberto Gil (Entre a Sola e o Salto, uma das canções mais bonitas do baiano; a interpretação de Gil e Alcione é de arrepiar), Mart’nália (Lagudibá, samba afro de Nei Lopes, Magnú Sousá e Maurílio de Oliveira) e Marcelo Falcão (Mangueira é Mãe, de Serginho Meriti e Claudinho Guimarães; Falcão surpreende ao abordar outro gênero que não o rock e cantar algo diferenciado dos temas urbanos contestatórios de sempre). O repertório é bem selecionado, com canções que exploram todo o potencial interpretativo da Marrom. Um dos melhores trabalhos de Alcione pelo menos nos últimos dez anos.

Um comentário:

DIL disse...

Alcione mora no meu coração. Cantora fabulosa. Neste cd encontrei uma salada musical que me aguçou o apetite.Uma faixa me fez chorar:Quando o amor bateu na porta. Todas as outras me trouxeram alegria infinda. A marrom ainda é o máximo!