quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

HÁ 25 ANOS, MICHAEL JACKSON ERA COROADO REI DO POP


MICHAEL JACKSON
Thriller - 25th Anniversary Edition (CD+DVD)
Epic/Sony BMG


Os números são impressionantes: 104 milhões de cópias vendidas até hoje, 7 prêmios Grammy, 7 American Music Awards, 80 semanas consecutivas entre os dez discos mais vendidos de acordo com o hit parade da revista Billboard (sendo 37 em primeiro lugar), discos de ouro, platina, platina dupla e diamante nos Estados Unidos, Brasil, Argentina, Austrália, Bélgica, Finlândia, Canadá, França, Alemanha, Japão, México, Holanda, Nova Zelândia, Portugal, Espanha, Suíça, Inglaterra, Dinamarca, África do Sul e Irlanda. Desnecessário dizer que Thriller, sexto álbum solo de Michael Jackson, lançado em dezembro de 1982, é o maior fenômeno da história do disco e dificilmente será batido.


Segundo trabalho co-produzido por Michael e pelo genial maestro e arranjador Quincy Jones, Thriller transformou o cantor definitivamente no Rei do Pop. É um álbum perfeito. De suas nove faixas, apenas duas - Baby Be Mine e The Lady In My Life - não chegaram aos hit parades. As demais tornaram-se clássicas: >Wanna Be Startin' Something, The Girl Is Mine (dueto com Paul McCartney), Thriller (com a fantástica participação do ator Vincent Price), Beat It (com o genial solo de guitarra de Eddie Van Halen), Billie Jean, Human Nature, P.Y.T. (Pretty Young Thing). Mais: Thriller rendeu um dos melhores clipes da história, na verdade um curta-metragem de 14 minutos dirigido por John Landis (que recriou a atmosfera de seu clássico Lobisomen Americano em Londres) e coreografado magistralmente pelo próprio Michael Jackson (quem consegue esquecer a sequência de dança dos zumbis?). O vídeo de Beat It, por sua vez, mostrava uma extremamente bem coreografada - também pelo cantor - briga de gangues. O de Billie Jean trazia Jackson dançando numa rua, com as lajotas iluminando-se a cada passada.


Para comemorar os 25 anos de lançamento de Thriller, está saindo uma edição especial com CD e DVD. O disco tem todas as canções originais com áudio remasterizado, mais a inédita (e muito bonita) For All Time, descartada do álbum original, e remixes por will.I.am (The Girl Is Mine, P.Y.T. (Pretty Young Thing)), Akon (Wanna Be Startin' Something) e Kanye West (Billie Jean), além de Beat It com participação de Fergie nos vocais. Esta é a que melhor funciona, embora as duas de will.i.am também não façam feio. Mas Akon e o hipervalorizado Kanye West deixam muito a desejar. O DVD vem com os vídeos originais e completos de Thriller, Billie Jean e Beat It, além da lendária performance de Michael Jackson em Billie Jean no especial Motown 25: Yesterday, Today, And Forever, transmitido pela NBC em 16 de maio de 1983. Se você já tem o álbum, mesmo assim vale a pena comprar essa edição histórica. Se não tem... está esperando o quê???

Site oficial: www.michaeljackson.com



Vídeo promocional do lançamento da edição comemorativa dos 25 anos de Thriller. Depoimentos de, entre outros, Quincy Jones e Beyoncé Knowles

4 comentários:

Danny disse...

Amore, eu tô ficando veínha! rs...
Lembro da primeira vez em que assisti ao clipe de Thriller. Era uma pirralha de uns 6 ou 7 anos e fiquei com medo! Hahahahahaha! Mas achei o máximo! =)
Claro que eu comprei o disco! Quem não comprou, na época?
Beijos!

TONINHO SPESSOTO disse...

Pois é, meu bem. Muita gente comprou, mas muita gente da novíssima geração não conhece esse espetáculo que é Thriller.
Agora é a hora da molecada tomar contato com pop de verdade, é ou não é?

Beijos!!!

Danny Reis disse...

Ahhhhh, sem sombra de dúvida!
=)

Valdir disse...

A musica pop tem nome e sobrenome, e ela se chama Michael Jackson, pois existe o periodo antes e depois de MJ, principalmente para artistas negros,quem é da época sabe disso.MJ não é branco ele esta branco porem é um grande artista negro.