sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

TRATADO DE SIMPLICIDADE


GUILHERME RONDON
Tr3s
Independente


O cantor e compositor Guilherme Rondon, paulistano há muito radicado no Pantanal, lança seu terceiro CD solo investindo, como de costume, em canções ternas que falam do amor à terra e também de felicidade, comunhão, entrega. Neste álbum, gravado entre o Pantanal, Campo Grande e São Paulo, Rondon traz quatorze canções inéditas, onze em parceria com Alexandre Lemos, duas com Zé Edu Camargo e uma com Paulo Simões.

A parceria com Lemos, que a exemplo da com Zé Edu Camargo nasceu na comunidade virtual M-Música, mostra ser uma das mais férteis da MPB contemporânea. Autores inspirados, criam melodias harmonicamente ricas e letras bem trabalhadas e extremamente sensíveis. Entre as canções da dupla, E Eu e Eu, samba latinizado que fala de amor e traz um piano a la Bola de Nieve (lendário pianista cubano), Chega de Cidade, valsa-jazz que aborda a decadência das grandes cidades, Encantado, valsa que canta o amor como se fosse um conto de fadas, e 1968 Agora, balada que lembra o 'ano que não terminou' e que mudou radicalmente a consciência e a cultura brasileiras.


A toada Hora Contada, de Rondon e Zé Edu Camargo, é outra canção impactante, abordando o culto à terra nativa, a volta às origens. A busca da própria essência é a temática de Sol Vermelho, chamamé feito em parceria com Paulo Simões. O CD tem, entre os músicos, Zé Rodrix (arranjos vocais), Luiz Waack (guitarra) e Paulo Calasans (teclados). A produção é do próprio Guilherme Rondon. Simples e bonito, simbiose perfeita entre terra e concreto, interior e metrópole. Tr3s já é, seguramente, um dos grandes lançamentos de 2008.

Como adquirir o CD: www.guilhermerondon.com.br

2 comentários:

Danny Reis disse...

Toninho,
Ameeeeeeei essa crítica do CD, que é mesmo lindo! É isso e muito mais! E que foto bonita do Rondon!
Vou "roubar" daqui, com crédito. Pode??? rs!
Um beijão!

TONINHO SPESSOTO disse...

Claro que pode, meu amor!
O blog é seu!!

Beijos!!