domingo, 2 de dezembro de 2007

MORRE NO RECIFE O VIOLONISTA CARIOCA WILLIANS PEREIRA


A música brasileira está um pouco mais triste. Morreu neste domingo, 2 de dezembro, no Recife, vítima de acidente de ultra-leve, o violonista, arranjador e compositor carioca Willians Pereira. O músico, de 39 anos, estava na cidade trabalhando na produção de um CD de frevos da cantora Maria Olívia. Na manhã deste domingo saiu para um passeio de ultra-leve, acidentando-se e vindo a falecer.

Willians Pereira deixou cinco discos gravados. Um dos mais requisitados violonistas da nova geração, era dono de impressionante perícia, poder de improvisação e criatividade. Entre seus trabalhos está o álbum A Canção, A Voz & O Violão, feito com a cantora Marianna Leporace e lançado há três anos pela Mills Records. Tive a oportunidade e o privilégio de produzir os shows de lançamento desse álbum em São Paulo e posso afiançar que, além de artista notável, Willians Pereira era um ser humano excepcional. Vai fazer muita, muita falta.

O site do músico, recém-inaugurado, tem detalhes sobre sua vida e carreira. O endereço é www.willianspereira.com

15 comentários:

Cacala disse...

Toninho, estamos muito tristes aqui no RJ. Willians era muito querido além de um músico espetacular. Um beijo meu querido,
Cacala

Ana Paula disse...

que coisa mais triste...
vai fazer muita falta mesmo.

Leonardo disse...

to muito triste !!! esse cara foi muito importante pra mim e muita gente !!!!

Denny disse...

Tive a felicidade de ser aluno do Willians. Além de um grande músico, um grande homem.Aprendi muito com ele. Muito difícil acreditar nesta perda.

Monique disse...

Ainda sem palavras...
Um grande violonista, um professor inesquecível, uma pessoa muito especial.
Pra sempre no meu coração...♥

Patricia disse...

Willians tinha uma delicadeza incrível que tocava o coração das pessoas de forma encantadora.
Um grande amigo, um grande músico, um grande pai, enfim uma perda irreparável pra nós todos.
Saudades meu amigo.
Que os anjos te recebam com musica.
Bj
Patricia Mellodi

TONINHO SPESSOTO disse...

Willians marcou o coração dos que com ele trabalharam e/ou conviveram.
A mesma qualidade que tinha como artista, trazia como ser humano.
Já está fazendo muita falta!

Letícia disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passadinha lá no meu, que é sobre frases e poesias, espero que goste. O endereço dele é http://mil-frases.blogspot.com. Um abraço.

Danny Reis disse...

Ainda é difícil acreditar em tamanha estupidez...
Sim, ele já está fazendo falta!

Eliane Tassis disse...

Amigo querido... que partida inusitada!!!
Ultraleve é sua música, sua sensibilidade, cheia de encanto e delicadeza.
Meu carinho, meu abraçø, longo e apertado, como você gostava que fosse.
Estou no ar.

Manu Santos disse...

O Willians, era uma pessoa encatadora e com personalidade. Gosto muito do trabalho musical dele. Estive conversando com ele em outubro, ele iría fazer os arranjos do meu cd. Estou arrasada. A música acaba de perder um dos melhores violonistas que eu já conheci.

Luciano Oliveira disse...

Muito mais que um professor Willians foi meu grande mestre. Com ele aprendi a ser, acima de tudo, sincero ao expressar seus sentimentos através da arte. Foi um choque muito grande receber a noticia de seu passamento. Sou administrador de seu site e fiz a cobertura fotografica do show de lancamento de "Sobre o Encanto e a Delicadeza". Postei algumas das fotos em meu album no Flickr.
http://www.flickr.com/photo_zoom.gne?id=513289230&size=l

Saudades do nosso "Dom Quixote". :'-(

Giselle disse...

Estamos chocados! É com imenso pesar que eu e Marcelo Miranda acabamos de receber essa triste notícia. Uma grande perda para a música e para os amigos.

Fábio Moreno disse...

Já esta sendo uma grande perda mesmo,,estudei um pouquinho com este grande Artista, Mestre e Ser humano, o Planeta fica mais triste..Vá com Deus Mestre - amigo...

Irene disse...

Mesmo com o opassar do tempo passo sempre por aqui ,muitas saudades do grande musico ,filho,amigo pai
obrigado, as pessoas só morre, quando são esquecidas.Irene Pereira